Visitas 3952108 - Online 201

Sábado, 21 de Julho de 2018

Saúde

06/03/2018 11:51:16

Prefeitura de Vilhena começa a fazer funcionar “elefantes brancos” da saúde; secretário anuncia inaugurações

Prefeita Rosani Donadon herdou pelo menos três prédios vazios, dentre eles a UPA

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informou a mudança da policlínica João Luiz, antes localizada ao lado do Grupamento de Bombeiros, na região central de Vilhena, para o novo prédio do Centro Especializado em Reabilitação, que fica no bairro Jardim Eldorado. A construção do CER teve início na gestão passada e custou cerca de R$ 5 milhões. Além deste, a atual gestão vai ter que enfrentar desafios para vencer os “elefantes brancos” que herdou. 

CER  
A obra do Centro Especializado em Reabilitação (CER) teve início em 2014. A construção de mais de R$ 5 milhões conta com mais de dois mil metros quadrados. Para equipar a unidade, a prefeitura, na gestão atual, precisou investir mais de R$ 2 milhões. O mobiliário e equipamentos já estão em fase de compra, mas Secretaria de Saúde está fazendo a mudança com o mobiliário existente para melhorar as condições das unidades antigas. Fora isso, a prefeitura ainda vai ter que arcar com o aumento de RH. O CER já está funcionando.

UPA
Iniciada também em 2014, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) foi um clamor da população e uma promessa de diversos políticos. Apesar de construída, o custeio dela envolve uma despesa considerável, devido ao funcionamento 24 horas. Os equipamentos e mobiliários da entidade também já estão em fase de compra e somam mais de R$ 1,65 milhão, conseguidos pela prefeita Rosani Donadon (MDB) através de emendas  parlamentares. A climatização e aparelho de raio-x já estão sendo instalados no prédio da UPA.

UBS DO SETOR 12
A Unidade Básica de Saúde (UBS) é alvo de críticas desde 2016. Construída, mas também sem planejamento de utilidade, a unidade receberá os materiais que estão sendo comprados pela Secretaria de Saúde, utilizando um verba que estava na conta desde 2012 e cuja licitação a gestão anterior não conseguiu formalizar.

LABORATÓRIO MUNICIPAL 
Erguido ao lado do Hospital Regional, o laboratório municipal foi construído com recurso da prefeitura e também deixado sem funcionamento pela gestão passada. O prédio não atende às exigências da ANVISA e, devido a isso, a Secretaria de Saúde fez uma nova pactuação com o Ministério da Saúde e, no local, será implantada a nova Central de Regulação e agendamento de Vilhena.

OUTROS
Outras construções na área da saúde estavam em andamento quando a prefeita Rosani Donadon assumiu o mandato, sendo eles a Casa da Gestante, o Centro de Parto Normal e a Oficina Ortopédica. Estas obras tem previsão de conclusão de 60 dias, pois há recursos federais  que foram desviados de finalidade e a administração teve que providenciar a regularização das situações.

AO FOLHA DO SUL ON LINE, o secretário de Saúde, Marco Aurélio Vasques,  disse que apesar da dificuldade de equipar, mobiliar e custear as despesas destes serviços, eles são necessários para o município. “De fato, são problemas que herdamos, mas estamos avançando, e este ano devemos colocar todas essas unidades a serviço da população. A prefeita determinou que acelerássemos os processos para colocar em funcionamento todas as unidades”, explicou. 

Vasques também anunciou que a UPA e a UBS do Setor 12 serão inaugurados até maio. “As compras necessárias estão sendo feitas e essas duas unidades vão servir à população já antes do meio deste ano. Superamos os desafios e vamos transformar estes elefantes brancos em unidades de saúde de referência. Vamos colher os frutos do que foi plantado no ano passado”, encerrou o gestor.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.