Visitas 2593081 - Online 244

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018

Política

09/03/2018 18:35:05

Outro vereador rebate prefeita em Vilhena: “Decepção com quem era considerada amável e respeitosa”

Rafael Maziero lamentou “ataques pessoais infundados”

O vereador Rafael Maziero esteve na redação do FOLHA DO SUL ON LINE nesta manhã e comentou a nota da prefeita Rosani Donadon (MDB), na qual a mandatária tece várias críticas e ele. Maziero estranhou as palavras agressivas da prefeita e lamentou que Rosani tenha “ignorado completamente” o assunto de sua fala na Câmara: a prisão do secretário de Obras e cunhado dela, Josué Donadon, por embriaguez ao volante dirigindo veículo da Prefeitura.

“Ok, prefeita, mas e o secretário? Até quando vai ignorar a questão que a cidade está esperando ser resolvida?”, questiona Maziero. Segundo ele, um processo é necessário, pois a atitude pode configurar crime de peculato e improbidade administrativa. “Exigimos a exoneração do secretário, pois é exatamente por situações de impunidade como essa que a classe política é mal vista. Por ser parte desta classe, não acho justo permitir que a sensação de impunidade domine a população. Os tempos são outros”, analisa. 

ATAQUES E MENTIRAS
Rafael também lamentou as palavras “de baixo calão” utilizadas pela prefeita ao ignorar o assunto e partir para o ataque pessoal. “A forma vulgar como a prefeita se dirigiu a mim é motivo de minha decepção e surpresa com sua figura, pois era reconhecia por mim, e pelas pessoas que votaram nela, como alguém amável e respeitosa”, revela.

DEPUTADO FEDERAL
Acusado de ser “politiqueiro” e natural adversário de Melki Donadon como pré-candidato a deputado federal, Maziero se defendeu. “A prefeita mentiu de forma deliberada, ou está bastante desinformada, ao dizer que sou ccandidato a deputado federal, pois não sou. Vou repetir, para ficar gravado: serei o vereador que meus eleitores me elegeram para ser. Pela primeira vez a Câmara não é subserviente à Prefeitura e estamos fiscalizando, de fato, o que o Executivo faz. Isso é ruim?”, questionou.

A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR 
Maziero afirmou que nem só de críticas é feito seu mandato e que a “nota enfurecida” da prefeita é desproporcional à sua atuação. “Estamos aprovando 98% dos projetos que a Prefeitura manda para a Câmara. Inclusive, hoje de manhã, nesta sexta-feira, às 8h, mesmo depois do ‘festival’ de críticas, aprovamos várias matérias que a Prefeitura enviou, em caráter de urgência, em uma sessão extraordinária. Foram vários projetos que beneficiarão a Saúde e são de interesse público. Estamos fazendo nosso trabalho”, revela.

Maziero lembrou que o pedido de venda dos terrenos de 10 mil metros quadrados foi rejeitado por toda a Câmara, inclusive pelos vereadores da base aliada da prefeita, demonstrando a insatisfação do Legislativo. “Sou contra vender o patrimônio público por preços irrisórios. Área de mil metros quadrados por R$ 50 mil? Não faz sentido”, pondera. 

CHURRASCO POLÊMICO
Rafael Maziero também afirma que não estava no churrasco da qual a prefeita suspeita ser o palco de “conspiração eleitoral”.






Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.