Visitas 6833823 - Online 196

Domingo, 23 de Setembro de 2018

Política

13/04/2018 08:50:32

Com cassação de prefeita, pastor evangélico pode ser chamado para ocupar vaga na Câmara de Vilhena

Candidato a prefeito-tampão, vereador garante: “Estou preparado”

Por telefone, o presidente da Câmara de Vilhena, Adilson de Oliveira (PSDB), que pode assumir o comando político do município, com a cassação da prefeita Rosani Donadon (MDB), evitou dizer se o julgamento de ontem no TSE, que ele assistiu em casa, pela TV, na companhia de aliados, foi justo ou não. Mas garantiu: “Se me couber a missão de governar a cidade, estou preparado”.

Segundo a Lei Eleitoral, com a vacância do cargo, Adilson assume a prefeitura e convoca nova votação na cidade. Ele próprio pode concorrer, mas o tucano não quis dizer se pretende entrar na disputa suplementar, caso ela seja confirmada.

Com a eventual ascensão de Oliveira ao cargo político máximo de Vilhena, assume a presidência da Câmara outro tucano: Samir Ali. E, para a vaga aberta, em se confirmando o afastamento de Rosani, será chamado o pastor Francis Godoy, do PRB, que fez 602 votos em 2016 e acabou na suplência. Após a vitória de Rosani, ele chegou a ocupar cargo comissionado num posto de saúde, nomeado pela emebebista, de quem havia sido adversário na campanha.





Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.