Visitas 2676018 - Online 211

Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

Política

25/04/2012 17:44:59

Declaração de Confúcio faz PT se tornar o partido mais cobiçado de Vilhena

Uma declaração dada pelo governador Confúcio Moura (PMDB) esta semana, em Porto Velho, terá reflexos em Vilhena, onde o PT deverá ser disputada praticamente a tapa pelos candidatos a prefeito. Embora tenha dito que as decisões quanto a alianças cabe aos diretórios municipais, o governador se mostrou simpático a pactos eleitorais envolvendo seu partido, o PMDB, e o PT. De acordo com o mandatário, apenas na cidade de Jaru, por divergências históricas, as duas agremiações não devem se coligar.
Embora já ocupe uma secretaria (de Trânsito), na administração Zé Rover, o PT continua sendo assediado por adversários do prefeito. O deputado Luizinho Goebel (PV), por exemplo, vem trabalhando para convencer os petistas a acomodarem o médico Newton Pandolpho como candidato a vice em sua chapa.
A aliança entre PT e PMDB em Vilhena não deve ser sacramentada porque, assim como em Jaru, aqui os petistas não se bicam com a família Donadon, hoje no comando da agremiação liderada no Estado por Confúcio, Presidido pelo deputado Natan Donadon, o PMDB sonha em selar acordo com o ex-prefeito Melki Donadon (PTB), irmão do parlamentar, mas hoje barrado pela Lei da Ficha Limpa. O plano B do clã seria a ex-secretária de Educação, Raquel Donadon.
A declaração de Confúcio significa que, quem conquistar os petistas têm boa chance de levar o PMDB “de lambuja”. Isso porque, em não se concretizando a candidatura própria articulada por Natan, a tendência é que a sigla obedeça à orientação do Palácio Getúlio Vargas. E, diante dessa possibilidade, tanto Rover quanto Goebel devem intensificar os esforços para aliciar os “companheiros”.





Fonte: FS
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.