Visitas 70261830 - Online 217

Domingo, 05 de Dezembro de 2021

29/09/2020 10:38:00

MEDICMAIS: Saúde da mulher e a importância dos exames de rotina na prevenção de câncer



Alimentação saudável, atividades físicas regulares e exames de rotina são quase sempre a combinação ideal para uma vida saudável e equilibrada. Dentre elas, o check-up médico é o que nos acompanha desde cedo e que, ao longo da vida, se torna cada vez mais frequente. As mulheres, sobretudo, possuem uma preocupação permanente a partir da adolescência.


“Exames periódicos são essenciais para o diagnóstico precoce de doenças que atingem cada gênero e diferentes faixas etárias. No caso das mulheres, muitos desses exames começam logo após a primeira menstruação ou a iniciação sexual”, é o que explica a ginecologista Dúnnia Peredo Murtha, que atua em São Paulo e Rondônia. Com agenda confirmada na MedicMais Vilhena para outubro, ela lembra que os exames de mama, por exemplo, são necessários para verificar a existência de nódulos, secreções e mudanças de cor nos seios através de exames clínicos.


No mês em que o alerta se acende para a prevenção em saúde da mulher, o Outubro Rosa, a ginecologista ressalta que uma das maiores preocupações das mulheres é com o câncer, por isso a importância de fazer o diagnóstico o mais cedo possível. Procedimentos como Papanicolau e exame pélvico são realizados para analisar os órgãos genitais internos e detectar câncer do colo de útero. Ainda, recomenda-se fazer exames de sangue, de glicemia de jejum e de colesterol, entre outros.


“As mulheres fazem os exames desde cedo para prevenção de doenças hereditárias, manter saúde reproductiva e para que se orientem quanto aos métodos contraceptivos. Além disso, é importante que elas tenham instruções para impedir a infecção por Doenças Sexualmente Transmissíveis”, explica a médica, que é referência em São Paulo, no atendimento às mulheres.


A partir dos 50 anos de idade, a orientação é que elas continuem realizando os exames pélvicos anuais e comecem a fazer mamografia a cada dois anos se forem do grupo de baixo risco e realizar com intervalos menos de acordo com riscos e fatores hereditários, previamente avaliada por seu médico atraves de uma detalhada história clínica.Vale lembrar ainda que independente da faixa etária, a consulta ao ginecologista deve ser feita pelo menos uma vez ao ano. “Os diagnósticos de rotina são muito importantes para a nossa saúde. Junto com a consulta, os exames existem para ajudar a prevenir diversos tipos de doenças e devem ser realizados sempre que solicitados pelo médico. O importante é estar em dia com a saúde e seguir as instruções recomendadas”, enfatiza.
 

Câncer e o Outubro Rosa - Desde os anos 90, o mês de outubro é conhecido mundialmente como o período reservado especialmente para a campanha de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. O grande objetivo desse movimento é compartilhar informações sobre essa doença e, mais recentemente, sobre o câncer no colo do útero também. O laço rosa é um símbolo internacional, sendo utilizado por organizações públicas e privadas ao longo de todo o mês. Além disso, as fachadas de diversos locais ficam iluminadas com a luz rosa, para indicar que esses estabelecimentos apoiam a causa.


A atenção constante ao risco de câncer mama é decisiva para a promoção de um tratamento mais eficaz da doença. Além disso, o diagnóstico precoce pode impedir que o câncer se espalhe para outros órgãos. Dessa forma, é necessário estimular a realização dos exames o quanto antes, principalmente entre mulheres que compõem o grupo de risco.
 
 

 




Fonte: Assessoria

Noticias Relacionadas

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.