Visitas 69708700 - Online 215

Domingo, 28 de Novembro de 2021

Geral

24/11/2021 16:31:00

Sobrevivente do capotamento de ônibus da Eucatur na BR 364, vereador do Cone Sul passa por cirurgia em Minas Gerais: “quase morri”

 
Bagunça estava com início de hemorragia após hérnia estourar no estômago
 
Um dos passageiros do ônibus da Eucatur que capotou num trecho da BR 364 nas proximidades da cidade de Itapuã do Oeste, o vereador em Corumbiara Wilmar José Cardoso (PSB), o “Bagunça”, quase morreu em virtude do acidente, que aconteceu duas semanas atrás (LEMBRE AQUI).
 
Em contato com o FOLHA DO SUL ON LINE na tarde desta quarta-feira, 24, o parlamentar, que antes de entrar na vida pública era palhaço de rodeio, explicou que saiu do hospital hoje. Ele precisou passar por uma cirurgia no estômago em Minas Gerais, seu Estado natal.
 
Bagunça contou que, após o capotamento do coletivo, foi encaminhado por um médico de Itapuã do Oeste para o hospital João Paulo II, em Porto Velho. Porém, mesmo com o raio-x apresentado, o profissional de saúde que fez o atendimento o mandou para casa, alegando: “você não tem nada”.
 
Já em Corumbiara no dia seguinte, Bagunça vomitou e, durante a sessão da Câmara, teve febre alta. Ao ser consultado em Cerejeiras, o médico que o atendeu pediu uma tomografia computadorizada. Após o exame em Vilhena, foi constatado que o vereador estava com um princípio de hemorragia no estômago.
 
Em Vilhena, o edil corumbiarense embarcou num ônibus para Cuiabá (MT), onde embarcou num avião que desceu em Belo Horizonte (MG). Após a cirurgia bem sucedida, feita pelo SUS, Bagunça ficará em repouso em Minas e, por recomendação médica, só voltará para Rondônia no mês que vem.
 
Grato ao médico que o atendeu em Cerejeiras (o cardiologista Gediel Palmeira) e determinou que ele buscasse a cirurgia com urgência, o parlamentar desabafa em relação ao descaso do “doutor” da capital; “no capotamento, uma hérnia no estômago estourou e poderia ter me levado a morte. Se o médico de Porto Velho fosse atencioso, teria percebido isso poucas horas após o acidente”.
 




Fonte: Folha do Sul
Autor: Da redação

Newsletter

Digite seu nome e e-mail para receber muitas novidades.

SMS da Folha

Cadastre seu celular e receba SMS com as principais notícias da folha.